Lima na Folha

11 abril, 2006 at 2:06 am Deixe um comentário

Lima Duarte“Odeio Lula porque faz uma glamourização da ignorância, contra o que tenho lutado a vida toda. Também sou “analfa”, fui criado como ele na roça, mas, puxa vida, descobri o encanto por trás da palavra escrita, a magia. Num país carente de conhecimento, ele não pode ter esse procedimento.”

Clique na frase de cima e leia a polêmica entrevista que Lima Duarte deu ao crítico Inácio Araujo e à repórter Laura Mattos, ambos do jornal Folha de S.Paulo. Na mesma semana em que a entrevista foi publicada, o ator enviou uma carta à direção da Rede Globo desculpando-se pelas críticas que fez à emissora. Ele disse ter sido “mal interpretado”. Porém, como falei durante a aula, a entrevista foi gravada. Então, onde estaria a falha na interpretação? Provavelmente na ingênua confiança que Lima Duarte depositou em seus entrevistadores. Ele imaginou que os jornalistas fossem fazer uma “edição” do que ele falou para excluir o excesso, como fica claro na seguinte declaração que também foi publicada:

Desculpem falar muito, mas depois vocês editam. Não como o “Fantástico”, hein! Dou entrevista a eles, e nos tornam imbecis. É como Silvio Santos, o grande químico do Brasil: transformava o domingo em merda. O “Fantástico” transforma qualquer opinião em merda, a edição é calamitosa. A da Globo de modo geral.”

Vejam que essa declaração tem toda a característica de ter sido dada em off, na confiança de que não fosse publicada, pois certamente o ator não falaria nesses termos se fosse perguntado sobre o que ele acha do trabalho de edição da Globo e do Fantástico. Lima poderia até dizer que não gosta da edição de ambos, mas não usaria esses termos. Dessa forma, fica a questão: publicar essa declaração não seria uma deslealdade com o entrevistado?

Mas, voltando à frase que abre esta postagem – sobre sua opinião a respeito do Lula – ele desabafa e fala o que milhões de brasileiros pensam do presidente. Lima Duarte também foi criado na roça mas descobriu o encanto por trás da palavra escrita. O Lula, no entanto, detesta ler e não esconde isso de ninguém!

Anúncios

Entry filed under: Imprensa, Leia.

O assombro de João Ubaldo No terreno das bazófias e das chicanas

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: