A violência da flecha dignifica o alvo

16 outubro, 2006 at 4:28 pm Deixe um comentário

Paulo CoelhoNo site Por Trás das Letras, que acabei de descobrir, há uma área sobre curiosidades da língua portuguesa e lá encontramos algumas páginas que valem a visita, como uma relação de expressões interessantes de nossa língua; um estudo da letra do Hino Nacional e divertidas trava-línguas. Mas o texto As “pérolas” de Paulo Coelho me chamou especial atenção. Primeiro, porque o autor, prof. J. Milton Gonçalves, enumera, com uma dose de ironia, 36 erros de português que foram publicados na 159ª edição do livro O Alquimista, de Paulo Coelho. Depois, porque esse texto, mesmo com o humor cáustico empregado, termina sendo uma divertida aula de português até para aqueles que admiram um dos autores mais lidos no mundo. Veja um trecho:

dois dias atrás você disse que eu nunca tive sonhos de viajar.” (Pág. 86)
A impressão que fica é que PC adora brincar de escrever português. Qualquer pessoa com dois dedinhos de leitura descontraída sabe que e atrás não combinam.

De qualquer maneira, no final, o professor alivia um pouco as suas críticas ao elogiar o enredo do livro sem deixar de exigir, pelo menos, um bom revisor para os livros do romancista:
“O enredo do livro O Alquimista é interessante. Isso nos faz entender por que Paulo Coelho é um dos dez escritores mais lidos em todo o mundo. Li a versão em inglês, e fiquei encantado. Com certeza, ele faz jus a todos os prêmios que tem recebido até aqui. Mas uma coisa precisa ficar bem clara: enquanto Paulo Coelho não permitir que suas obras sejam revisadas por pessoas competentes, jamais será reconhecido, no Brasil, como um grande escritor, porque definitivamente nosso mago vendedor de livros não conhece o idioma em que se exprime.”

Eu, no entanto, não posso falar muito, pois a língua portuguesa nunca foi o meu forte. Ok, ok… eu nunca escreveria “há dois dias atrás“, mas isto não me redime. Gostaria de saber muito mais dessa tão sofisticada língua. Admiro quem é exímio com a palavra.

Paulo Coelho pode não ser uma unanimidade, mas já é um imortal, afinal ocupa a cadeira 21 da Academia Brasileira de Letras (ABL), onde se sentaram mestres como o escritor e jornalista José do Patrocínio, o teatrólogo Dias Gomes e o economista Roberto Campos, do qual o conhecido mago é grande admirador e que também foi o autor da frase que intitula esta postagem. Não podemos esquecer que o escritor foi parceiro de Raul Seixas em diversas músicas que marcaram toda uma geração.

Sugiro, como complemento à aula do prof. Gonçalves, a leitura do discurso de posse de Paulo Coelho na ABL.

Como curiosidade, visite a página do escritor na Wikipedia em inglês, em francês, em italiano, em alemão, em espanhol, em polonês… (pronto! chega!). 

O Alquimista, com ilustrações de MoebiusE ainda, finalizando, descobri que a edição do livro O Alquimista que está à venda no site da editora (clique na imagem do livro) é ilustrado por ninguém menos que Moebius, um dos maiores desenhistas de histórias em quadrinhos do mundo. Mas, isto é outra história que será tema de uma postagem no futuro.

Ah! E confesso também que nunca li um livro do escritor. Mas quando alguém fizer um bom filme baseado em uma de suas obras, serei um dos primeiros a comprar um ingresso. Principalmente se o Tom Hawks estiver no elenco. ;>)

Anúncios

Entry filed under: Leia, Livros.

Cinema para professores e alunos Bravo!!!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: